InícioCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seLogin


Bienvenue à Académie Artistique de Monaco. Imagine-se realizando o maior sonho de sua vida, estudando artes numa das Academias mais conceituadas do planeta. A Academia Artística de Monaco lhe oferece os melhores cursos, com os melhores professores e ainda coloca à sua disposição os materiais mais modernos. Torne-se um músico, um pintor, um dançarino, um escritor ou um ator e deixe seus sentimentos e emoções fluirem através de sua arte. Bienvenue à l'Académie d'Art Monaco.



//REGRAS GERAIS
//GUIA DO PRINCIPIANTE
//A TRAMA
//MATRÍCULAS
//AVATARES



•Estamos em 1985. Dia 8 de Setembro, um Sábado de uma noite estrelada, céu sem nuvens e a lua cheia e iluminada. Hoje é o dia onde os alunos estão ansiosos para irem ao tão esperado Baile de Mascaras, onde estará ocorrendo no magnífico e decorado Salão de Festas. As temperaturas continuam amenas, mas um vento frio dá a sensação de um inverno gélido.



















Para tornar-se parceiro do AAM, logue na conta TeamPlay com a senha tp1234 e deixe uma MP para Soleil com as informações do seu RPG.

theSTARTINGline London Paradise name Evolution RPG Imperius RPG Marauders Orbis Non Sufficit



Todo o conteúdo do Fórum foi criado pela a Equipe. Gráficos criados por Monaco. Imagens retiradas de DeviantART, Google, Photobucket. Brushes retirados de Brusheezy! Agradecimentos ao Photobucket, hospedeiro de todas as imagens do fórum.


Compartilhe | 
 

 Hero?! Angel?!

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Willian G. Lewis
Dança - 3º ano


Player : Cida
Mensagens : 127
Data de inscrição : 04/07/2009

MensagemAssunto: Hero?! Angel?!   Sex Jul 10, 2009 4:03 am



RP FECHADA



Willian Guilherme Lewis e Amber Marienne Beaumont

Local: Centro de Monaco, Danceteria
Data: 23 de Setembro 1983
Período: Noite
Marie.Will
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Amber M. Beaumont
Teatro - 2º ano


Player : Cida
Mensagens : 92
Data de inscrição : 04/07/2009

MensagemAssunto: Re: Hero?! Angel?!   Sex Jul 10, 2009 7:12 am

The First Year

    Uma maravilhosa noite, uma maravilhosa festa e uma maravilhosa garota. Amber estava em seu primeiro ano de teatro na AAM, e para comemorar isso a senhorita Beaumont decidiu divertir-se.

    Como uma boa lady, arrumou-se impecavelmente. Uma perfeita combinação entre um vestido Prada de cor preta e uma sandália Gucci, ah, e uma bolsa preta praticamente vazia.

    O carro levou-a até uma das danceterias mais badaladas da cidade. Era uma noite livre, e Amber faria o que sempre fez, mas agora em Monaco, finalmente longe de toda a sua 'família' - interessada em seu dinheiro -.

    O belissímo carro estacionou em frente ao local destinado, e Amber desceu com toda a sua elegância. A danceteria estava bem animada, muita gente, garotos, bebidas e o mais importante, músicas boas.

    Estranho uma garota preferir músicas a garotos, não é?! Pois então, Amber é do tipo: pego, não me apego e não sofro. Ela fica com um aqui, outro ali, mas nada sério, sem nome e número de telefone. Perceberam como é?!

    No mundo de hoje, é muito difícil alguém interessar-se em outra pessoa somente pelas suas qualidades. Amber é um bom exemplo disso. Esquecemos isso.

    Amber foi diretamente para a pista de dança. Apesar de estar fazendo curso de teatro, é uma ótima dançarina, só que prefere teatro.

    Sua dança era um tanto... provocativa. Amber nunca foi uma patricinha convencional. Elegante, bonita, educada, mas muito radical. Quando tem vontade de fazer alguma coisa, ela vai e faz, simples e rápido, não depende de ninguém, nem de nada.

    A seleção de músicas era muito boa, e a cada música, uma bebida. O que faltavam eram garotos. Embora não fizesse questão, ela precisava divertir-se, não.

    Foi a procura de um, movia-se na pista de dança, dançando. Olhava para um, para outro e nada. Monaco podia ser uma cidade grande, badalada, mas precisava de mais garotos decentes. E qual o modelo decente para Amber? Ela mudava a cada segundo, então era difícil atender as suas vontades.

    Mais uma bebida, e mais uma. Querem saber por que ela não estava bêbada já?! Imagino que sim. Amber adquiriu uma grande resistência a bebida, pois consume a mesma em grande quantidade desde que tinha 14 anos, podem imaginar então, não?!

    Continuou a procura, enquanto dançava muito. Não era para divertir-se? Que fosse em grande estilo então.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Willian G. Lewis
Dança - 3º ano


Player : Cida
Mensagens : 127
Data de inscrição : 04/07/2009

MensagemAssunto: Re: Hero?! Angel?!   Seg Jul 13, 2009 2:56 am

    As aulas na AAM haviam começado a pouco, e todos os alunos estava muito animados, Willian não seria diferente, em seu segundo ano, mal via a hora de aprender coisas novas, fazer mais amigos, e tudo o mais que um ano na Académie Artistique de Monaco.

    No ano anterior, o primeiro de Will, ele não fez muita questão de conhecer a cidade, já que ainda era novo e tímido. Então, logo depois das aulas começarem em seu segundo ano do curso de dança, ele resolveu ir à algum lugar onde pudesse se divertir, e um aluno de dança só poderia mesmo ir à um lugar para dançar.

    Vestiu-se normalmente e saiu para uma danceteria. Willian gostava muito de dançar, qualquer dança, então logo que entrou na danceteria seguiu para a pista de dança, tinha dois objetivos ali, dançar a fazer amigos. A bebida pouco importava a ele, Willian já tinha visto o que 'ela' podia fazer com as pessoas, e não queria ser mais uma vitíma.

    Na pista de dança, meteu-se a dançar, sem se preocupar com mais nada. Observava algumas pessoas discretamente, 'estudando' o comportamento delas para possivelmente interagir.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Amber M. Beaumont
Teatro - 2º ano


Player : Cida
Mensagens : 92
Data de inscrição : 04/07/2009

MensagemAssunto: Re: Hero?! Angel?!   Seg Jul 13, 2009 6:47 am

Handsome Man

    Já havia perdido as contas de quantas bebidas havia tomando desde que chegara - nem o nome delas, já que variou bastante.

    Amber agora havia fixado-se na pista de dança, não estava mais procurando um garoto, tendo em vista que já achou seu alvo. Ela continuava daçando, esperando que o mesmo viesse até ela. Mas isso não aconteceu, realmente, os garotos eram atrasados em tudo, comparando com as garotas.

    Então, ela com o seu sorrisinho sedutor, foi discretamente dançando até ele. Era um homem forte, parecia um armário, moreno com os olhos azuis, e muito bonito. Foi isso que a atraiu até ele, mas não seria nada diferente dos outros, somente alguns amassos e depois ela se divertiria sozinha, ou talvez não.

    - Difícil acreditar que alguém como você... - correu os olhos dos pés a cabeça do rapaz - ... esteja por estas bandas desacompanhado. - disse Amber após estar bem próxima dele.

    - Agora não estou mais sozinho... a menos que não queira me fazer compainha. - respondeu-lhe o garoto.

    Amber deu um sorriso de satisfação, é claro, ninguém resistiria a ela. Bebeu o resto da bebida que encontrava-se no copo a sua mão.

    - Aliás, sou Max. - apresentou-se. - E você? - olhou para ela sugestivamente.

    - Francamente, não precisamos dessas coisas, quando se tem outras mais interessantes para fazer. - disse Amber, dando uma piscadela para o garoto.

    Os dois começaram a dançar juntos, Amber claro, sempre provocando-o, já era bem desagradável ela ter que ir até ele, agora dar o primeiro passo também? Era demais.

    - É nova por aqui, certo? Lembraria se tivesse visto esse rostinho antes. - Max disse, aproximando-se dela e agarrando-a pela cintura, deu-lhe um beijo com muito desejo.

    - Uau. - Amber disse, em meio a sua respiração acelerada. Os dois continuaram ali por algum tempo. Dançavam, bebiam, se beijavam.

    Ficaram mais ou menos uma meia hora assim, até que Amber se cansou. - Vou ao toalete, já volto. - piscou o olho e saiu em direção ao 'toalete', mas na verdade era só pra livrar-se dele.

    Cinco minutos depois, outro garoto estava olhando para ela, e desta vez Amber nem havia provocado nada. Esse, agora, era loiro, mais baixo que o outro, não muito musculoso, mas mais bonito. Olhava para ele quando o garçom passou a sua frente, na bandeijas, doses duplas de uisque sem gelo, e Amber claro pegou um copo.

    Nada de conversa, só dançavam juntos, e antes que um dos dois pudesse dizer alguma coisa, Max - o garoto com quem ela estava anteriormente - apareceu, e realmente parecia furioso.

    Pegou-a pelo braço e estava arrastando-a para um lugar pouco movimentado, e convenhamos que não era para nenhum tipo de diversão.

    - Idiota, está me machucando. Quer fazer o favor de me soltar. - bufou, tentando soltar a mão grande do seu braço. Não adiantou muito. Amber por fim desistiu, estava se cansando.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Willian G. Lewis
Dança - 3º ano


Player : Cida
Mensagens : 127
Data de inscrição : 04/07/2009

MensagemAssunto: Re: Hero?! Angel?!   Ter Jul 14, 2009 12:18 am

    Will dançou, dançou, dançaou tanto que acabou ficando com sede, mas nada de bebidas alcóolicas, era como um sentimento, de que precisaria estar 100%, o que era estranho já que o jovem Lewis nunca havia tido nenhum tipo de intuição.

    Foi até o bar e pegou uma água, saiu novamente para dançar. A música que tocava não era do agrado de Will, então ele resolveu andar pela danceteria, para ver se achava alguém. Andou pelo lado contrário do bar, e quando estava voltando para a pista de dança, já que a música tinha melhorado, ouviu uma voz feminina, que dizia algo como: me solte, ou coisa parecida.

    Will ficou só observando a cena, um homem forte e grande estava levando uma garota a força para um canto, e parecia que ele a machucava. A garota tentava se livrar dele, mas é claro que não chegava nem perto.

    Willian ficou ali mais um tempo, e enfim decidiu interferir, por mais que fosse uma briga de casal, ou coisa assim, nada resolvia-se com violência, nem covardia.

    - Acho que não ouviu a garota pedindo para soltá-la. - disse com a voz calma, educadamente. - Não seria melhor se sentassem e tivessem uma conversar calma e sensata? - olhou sugestivamente do homem para a garota.

    - Ora, vamos lá. Ninguém quer machucar ninguém aqui. Além do que provocaria um escândalo se eu chamasse algum dos fotógrafos que estão ali perto. - insistiu, indicando um grupo de fotógrafos. Aquela danceteria era a mais badalada da cidade, onde aconteciam as melhores manchetes para as revistas de fofoca.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Amber M. Beaumont
Teatro - 2º ano


Player : Cida
Mensagens : 92
Data de inscrição : 04/07/2009

MensagemAssunto: Re: Hero?! Angel?!   Ter Jul 14, 2009 6:27 am

Interest?!


    "Certo, é só ele parar quieto e eu dou um chute nas partes íntimas." pensava Amber enquanto era arrastada para um canto escuro, bastante sinistro. Sinistro por que não parecia o lugar onde os casais namoravam, parecia mais... sei lá, mas definitivamente não era nada romântico.

    Antes de chegarem lá e Amber colocar seu plano em ação, um garoto - cujo qual Amber não conhecia - apareceu e começou a conversar, calmo e educado, isso por que ele não havia percebido o tamanho do outro, o Max, só pode. "O que ele pensa que está fazendo?" mais um pensamento veio a Amber, esse referia-se ao garoto novo.

    Max olhou ferozmente para ele, e com a voz grossa respondeu - Não sei se percebeu ninguém te chamou aqui. Além do que nós temos que resolver a nossa maneira. - sua voz era apressada.

    Amber só olhava-os, e enquanto descutiam se um chamou o outro na conversa, ela apressou-se em soltar a mão dele - que agora estava um pouco frouxa - de seu braço e correr para o meio das pessoas, onde dificilmente algum dos dois a encontraria.

    Mas não foi muito longe, só ficou no meio de um grupo animado. E em meio a dança - para disfarçar - ficou olhando os dois.

    O garoto novo estava prestes a levar um soco quando os seguranças apareceram, e Max foi levado para fora da danceteria.

    "Um problema a menos." pensou Amber dirigindo-se até o bar, onde pediu logo uma dose de cada bebida ali. O que menos queria era ser encontrada pelo outro garoto, vai que ele quisesse alguma coisa, as pessoas não ajudam simplesmente.

    Haviam exatamente sete copos vazios sobre o balcão perto de Amber, e dois em sua mão. Definitivamente, ela estava bêbada.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Willian G. Lewis
Dança - 3º ano


Player : Cida
Mensagens : 127
Data de inscrição : 04/07/2009

MensagemAssunto: Re: Hero?! Angel?!   Ter Jul 21, 2009 6:52 am

    Certo, o garoto já estava sendo levado pelos seguranças por tentar bater em Willian. E agora, Will queria encontrar a garota, talvez ela estivesse precisando de alguma coisa, ele realmente havia ficado preocupado com ela.

    Saiu a procura. Na pista de dança nada, fora da danceteria nada, os dois caras que ficavam na porta não tinham visto-a sair, o único lugar que havia sobrado era o bar da danceteria. E para lá fora Willian, chegou vagarosamente, e ela estava bêbada. Era visível seu estado, e se precisasse de provas lá estavam os sete copos ao seu lado e o barman para confirmar.

    Sentou-se ao lado dela, olhando-a. - Tudo bem com você? - pediu educadamente. Franziu o cenho, ela não poderia ficar sozinha.

    - Acho melhor levá-la embora. - sugeriu o barman. E era isso mesmo que Will faria. - Obrigado, vou fazer isso mesmo. - sorriu para o homem atras do balcão e levantou.

    - Venha, vou te levar para casa. - pegou-a pela cintura e colocou um de seus braços nos ombros. Saiu com ela da danceteria e começou a caminhar pelas ruas quase vazias da cidade.

    - Tudo bem? - perguntou novamente. Parou de andar e ficou olhando-a. Ainda apoiando todo o peso do corpo da garota - que não era lá tão grande. O estado dela não era nada bom, ela estava segurando-se em Willian. Ajudou ela a sentar-se no meio-fio da rua, sentou-se ao lado dela ainda apoiando-a.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Amber M. Beaumont
Teatro - 2º ano


Player : Cida
Mensagens : 92
Data de inscrição : 04/07/2009

MensagemAssunto: Re: Hero?! Angel?!   Ter Jul 21, 2009 7:51 am

Are you all right?

    Amber estava completamente bêbada, e o barman não a deixava tomar mais bebidas, ainda bem que tem um com juízo, não?! Enquanto acabava de tomar o último gole da bebida que segurava em sua mão esquerda, um garoto sentou-se ao seu lado, o mesmo que havia salvado-a daquele cara.

    Amber não havia entendido nada, portanto não respondeu. Ouviu mais algumas vozes e depois sentiu uma mão grande em sua cintura e seu braço já estava no ombro do garoto. - Onde 'tá Órion? - começou a chamar o gatinho de estimação que tinha quando morava em Londres. - Você deixou ele fugir?! Vai ter que ir buscar. - olhou para o garoto que parecia mais um anjo. - 'Táh frio aqui, ele vai pegar um resfriado. - era visível que ela não estava bem.

    Começaram a andar, e Amber estava quase caindo do sapato de salto. - Onde 'ta me levando? Perguntou se eu quero ir? - eles pararam e logo depois ele perguntou algo. - Eu quero o Órion. - afirmou novamente. Sentaram-se, e aí sim ela pode tirar o sapato.

    Seu rosto estava sobre o ombro dele, e agora ela caia em si. - Não estamos em Londres, não é?! - não olhava para ele. - Ele se foi... - sua voz falhou antes de terminar a frase. Algumas lágrimas começaram a escorrer por seu rosto. Órion era a única compainha que tinha, e ele havia morrido depois que ela entrou para a Academia.

    Não conseguiu mais falar nada. Órion era sua família, ele a acompanhava por toda a parte e cuidava dela de alguma forma.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Willian G. Lewis
Dança - 3º ano


Player : Cida
Mensagens : 127
Data de inscrição : 04/07/2009

MensagemAssunto: Re: Hero?! Angel?!   Ter Ago 18, 2009 4:54 am

    Willian tinha várias qualidades, dentre elas, a de ajudar as pessoas, independente se forem estranhos ou conhecidos, ricos ou pobres, o importante é que estejam precisando de ajuda.

    A garota realmente parecia péssima, desde a hora que fora pega pelo armário, diga-se de passagem; e depois, para ajudar, ficou bebendo tudo que vinha pela frente. Ainda bem que ela teve a sorte de Will estar no mesmo lugar que ela, e no mesmo momento.

    Ele havia levado-a para fora, era melhor que eles estivessem ao ar livre, do que no meio daquela gente fedendo a cigarro e a álcool.

    Andaram alguns metros e pararam, ela não parecia bem, na verdade, ela não parecia melhor. Depois de ouvir um monte de insanidades da garota, sentou-se com ela.

    - Desculpe, quem é Órion? - estava literalmente, perdido. Será que era o filho dela? Não... uma criança não se chamaria assim. - Fugir?! Mas... - não sabia o que falar.

    - Olha, preciso que me diga onde mora, para poder levá-la para casa, e aí sim nós vemos o Órion. - falava como se conhecesse o ser do qual ela falava.

    Observou ela por um tempo. Parecia surtada, mas seus olhos revelavam um pedido de ajuda, ou algo assim. É claro que ela não parecia com aquelas garotas que parecem uma boneca de porcelana, cheia de não-me-toque e frescuras. Isso era uma das coisas que mais incomodavam Will. Depois da última coisa que ela disse, Willian pode notar que era algo mais que uma simples loucura de bêbado, Órion realmente existe, ou existiu e agora, a garota chorava.

    Não tinha palavras para acalmar a garota. Somente abraçou-a, para ver se ela sentia que ele queria ajudar. Algum tempo depois, ele a soltou, puxando-a para que olhasse em seus olhos. - Podemos ser amigos... - começou. - E então, pode me contar o que aconteceu com Órion, e por que está tão triste, em uma noite tão linda. Hum?! - sugeriu, ainda sentado na calçada da rua, agora, pouco movimentada.

    - Eu também posso contar sobre a minha vida, e depois que enjoarmos um do outro, te levo pra casa e fica tudo bem, que tal?! - tinha que animá-la.

    - Muito bem... vou começar. - ajeitou-se e pensou no que falar. - Eu morava em Londres, sabe?! Aí, quando fomos assistir à um espetáculo de dança, eu me apaixonei pela arte, mas meu pai não me deixou seguir carreira, a princípio. Minha mãe entendeu, então, depois de muita luta convenci meu pai a me deixar estudar a dança. - uau, era um história emocionante, de fato. É claro que ela tinha um motivo muito mais forte para estar chorando, mas ele tinha que encorajá-la a desabafar.

    - É por isso que hoje estudo na Academie Artistique de Monaco. E no começo, quando eu dançava fora da academia, recebi várias propostas de namoro... de homosexuais. - constrangedor, mas em parte era verdade. Não foram várias, uma ou duas, mas que aconteceram, aconteceram.

    - Bom... sua vez! - olhou para ela. Garota bonita, pena que bebia daquele jeito. Willian havia simpatizado pela moça...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Hero?! Angel?!   Hoje à(s) 9:05 pm

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Hero?! Angel?!
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» [Tutorial] Como por novas armas no xas hero 3.91
» XAS Hero VX
» Movido: Project Angel 2D ORPG V8
» Hero Machine 3
» Hero Quest - sistema simples de introdução a RPG

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Académie Artistique de Monaco :: Posts-
Ir para: