InícioCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seLogin


Bienvenue à Académie Artistique de Monaco. Imagine-se realizando o maior sonho de sua vida, estudando artes numa das Academias mais conceituadas do planeta. A Academia Artística de Monaco lhe oferece os melhores cursos, com os melhores professores e ainda coloca à sua disposição os materiais mais modernos. Torne-se um músico, um pintor, um dançarino, um escritor ou um ator e deixe seus sentimentos e emoções fluirem através de sua arte. Bienvenue à l'Académie d'Art Monaco.



//REGRAS GERAIS
//GUIA DO PRINCIPIANTE
//A TRAMA
//MATRÍCULAS
//AVATARES



•Estamos em 1985. Dia 8 de Setembro, um Sábado de uma noite estrelada, céu sem nuvens e a lua cheia e iluminada. Hoje é o dia onde os alunos estão ansiosos para irem ao tão esperado Baile de Mascaras, onde estará ocorrendo no magnífico e decorado Salão de Festas. As temperaturas continuam amenas, mas um vento frio dá a sensação de um inverno gélido.



















Para tornar-se parceiro do AAM, logue na conta TeamPlay com a senha tp1234 e deixe uma MP para Soleil com as informações do seu RPG.

theSTARTINGline London Paradise name Evolution RPG Imperius RPG Marauders Orbis Non Sufficit



Todo o conteúdo do Fórum foi criado pela a Equipe. Gráficos criados por Monaco. Imagens retiradas de DeviantART, Google, Photobucket. Brushes retirados de Brusheezy! Agradecimentos ao Photobucket, hospedeiro de todas as imagens do fórum.


Compartilhe | 
 

 Interação Benjamin x Jeremy x Katherine x Suzan x Jeanne

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Benjamin Taylor Bouvié
Música - 3º ano


Player : Taai
Mensagens : 37
Data de inscrição : 01/07/2009

MensagemAssunto: Re: Interação Benjamin x Jeremy x Katherine x Suzan x Jeanne   Sab Jul 04, 2009 7:25 am

Spoiler:
 

Benjamin havia passado a suas férias viajando pela Europa, ele havia colocado uma mochila nas costas e saiu por ai. Conheceu varias culturas diferentes e isso aprimorou mais o seu conhecimento em música. Ele havia passado por alguns sufocos quando estava na Espanha, o marido de uma mulher descobrira que ele tinha se deitado com ela o homem ficou possesso e Ben havia saído as pressas da Espanha. Uma pena porque ele estava gostando do lugar. Enfim, agora ele já estava de volta a academia e estava feliz por estar de volta.

Assim que chegou foi direto para o seu dormitório, pelo caminho algumas pessoas o cumprimentaram mas como era de costume ele apenas acenava com a cabeça... ou nem isso seguia o seu caminho como se não tivesse visto. Ele era assim, caladão na dele fingindo ser mal humorado. Para falar a verdade, ele gostava daquele mistério em volta dele. As pessoas queriam saber mais sobre Ben, e isso o fazia “popular” em certo ponto.

Abriu a porta do dormitório jogou a mochila em cima da cama, não estava nem um pouco a fim de arrumar aquilo. Provavelmente, no final de tudo a mochila iria ser jogada para algum canto do quarto e ele só iria lembrar dela quando estivesse procurando alguma coisa. Pegou o violão, e saio do quarto precisava colocar o anuncio no mural dizendo que estava vago uma cama no seu dormitório. O ultimo cara que dividiu o quarto com ele, foi embora pois iria se casar com uma mulher que o pai escolheu, então não teria tempo para a academia. Bem realmente lamentou a partida do amigo, ele iria fazer falta.

Assim que pregou o papel no mural, foi em direção ao pátio externo. Aquele era um bom lugar para tocar, e ficar em paz. Alem do mais, ali ele poderia encontrar Kate sua amiga estava com saudades dela. Sentou-se no grama e começou a tocar e cantar uma musica.

-When I was Young It seemed that life was so wonderful A miracle, oh it was beautiful, magical And all the birds in the trees…
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Jeremy Owen
Pintura - 3º ano


Player : Brubês
Mensagens : 139
Data de inscrição : 29/06/2009

MensagemAssunto: Re: Interação Benjamin x Jeremy x Katherine x Suzan x Jeanne   Dom Jul 05, 2009 1:18 am

Finally Here...
Spoiler:
 

Dias ensolarados não me alegram como alegram a maioria das pessoas. Eu prefiro um tanto o frio, a neve, o vento, a chuva. A chuva em particular me inspira a pintar coisas novas e coisas novas agradam todo mundo.

Eu estava finalmente na Academia, minha segunda casa. Meu colega de quarto, Nathan, pelo jeito já tinha deixado suas coisas no dormitório e saído pra passear pelo Campus. Eu faria o mesmo.

Durante o trajeto até o Pátio Exterior, o lugar preferido de Jerry em todo o Campus, ele só conseguia pensar em uma coisa, ou melhor, em uma pessoa. Passara as férias inteira sem ter notícias de Victorine e não admitiria jamais que isso o preocupou. Na verdade se perguntassem em quem ele pensou durante as férias, Victorine com certeza não seria sua resposta. E provávelmente se perguntassem o mesmo para loira, ela também negaria.

Ouviu alguém cantando quando chegou no Pátio, e aquela voz não lhe era estranha. Quando finalmente aproximou-se o suficiente pra ver o dono da voz ele se lembrou... Ben gostava de tocar no Pátio.

- When I was Young It seemed that life was so wonderful A miracle, oh it was beautiful, magical And all the birds in the trees…

Jerry se aproximou do amigo e sentou a seu lado.

- Olá, - ele disse enquanto abraçava os joelhos - tudo tranqüilo?

Ele tinha que admitir que Ben tinha uma voz excelente, aliás, quem naquela Academia não tinha talento. Lembrou-se então imediatamente de sua melhor amiga, Suzie. Ela era uma ótima mentirosa, ou melhor, atriz e Jerry desejava sempre o melhor à ela.

- Já se encontrou com a Kate? - Ele direcionou a pergunta à Benjamin.

_________________


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Jeanne Marie Lumiére
Música - 3º ano


Player : Suzan
Mensagens : 105
Data de inscrição : 28/06/2009

MensagemAssunto: Re: Interação Benjamin x Jeremy x Katherine x Suzan x Jeanne   Dom Jul 05, 2009 3:13 am

Post nº1
Nice Start!
1º de Setembro de 1985
Pátio Exterior

A garota, no momento, estava dormindo profundamente em um hotel de classe alta, na suíte do 9º andar. Apesar de morar em Paris – França, ela ficava uns dias antes do 1º de Setembro, em Monaco, onde se localizava a Académie Artistique de Monaco, para que chegasse na hora certa e no dia certo na Academia.

Já era dia 1º de Setembro, e Jeanne ainda estava dormindo quando finalmente acordou, e o sol estava prestes a nascer iluminando a cidade pelos primeiros raios solares que estavam surgindo. Ela preguiçosamente se levantou da fofa cama, jogando de lado a coberta, e em seguida calçou as pantufas. E foi indo, praticamente se rastejando até o banheiro, como os olhos ainda não estavam praticamente abertos, a visão não estava perfeita, fazendo assim quase tropeçar no próprio pé. Com certeza, não deu o passo certo. Era incrível como uma garota pianista que tocava extremamente bem, conseguia tropeçar no próprio pé, não só nos pés, mas também tropeçar em outras coisas. Acho que Jeanne não tinha certa coordenação motora nos pés.

A garota resmungou baixinho por quase ter tropeçado, e continuou o caminho até o banheiro para tomar um rápido banho. Minutos depois, ela saiu do chuveiro, e também foi saindo do banheiro, vestida só de roupão. Foi até uma das malas (sim, não era só uma mala que estava levando), abriu, e tirou um vestido azul de alça fina, que se ajustava bem ao seu corpo e ia até um pouco acima do joelho.

Tirou o roupão e vestiu o vestido, e em seguida, logo pegou outra peça de roupa que era um casaquinho de tecido fino cor branca de manga curta. Abotoou o casaquinho, e para finalizar pegara um par de sapatilhas da mesma cor que o casaquinho, calçou com facilidade, e foi ao banheiro novamente para pentear o cabelo curto. Como seu cabelo era cacheado, tinha dias que ficava arrepiado e que não adiantava nem pentear que ficava em pé mesmo assim. Mas hoje os cachos estavam bem definidos, perfeitos.

Finalmente estava pronta, guardara os poucos pertences espalhados pelo quarto de volta a mala, e em seguida um jovem rapaz que trabalhava no hotel, bateu a porta para levar as malas até o taxi que esperava pela moça.

Jeanne cumprimentou sorridente para o rapaz, e enquanto o rapaz carregava as duas malas, ela levava uma mala média. Desceram do prédio, e foram direto ao taxi que ficava a frente do hotel. O rapaz ajudou a colocar as malas do porta-malas e logo se despediu de Jeanne. Ela logo entrou no carro, e o homem que dirigia já dera partida, destinando a Academia.

Era muito bom para a francesa estar finalmente de volta a Academia, onde esse ano estaria em seu terceiro ano cursando Música e especificamente Piano. A garota não parava de sorrir logo que havia chegado ao local destinado. Foi ali que se dedicou por completo a música, e foi ali que começara a se aperfeiçoar nos instrumentos musicais, principalmente ao piano.

Não só estudava ali e foi se aperfeiçoando como também fizera amizades, Jeanne tinha facilidade de se associar, onde logo estava em grupo de amigos e colegas.

Logo depois de deixar as malas no quarto 6924, onde dividia com Katherine e Marie, que ambas eram dançarinas, ela decidiu ir para o exterior do local, adorava ficar no Bosque, Pátio e afins, mas também gostava de ficar lá dentro, para ficar tocando o piano.

Jean tinha ido para o Pátio exterior, logo que chegou por lá, avistou dois garotos, e de imediato reconhecera que eram Benjamim, o que estava tocando violão, e o Jerry, que estava sentado ao lado de Ben. Jeanne foi logo que aproximando deles e cumprimentando os.

- Salut, rapazes! – Disse em seu francês freqüente enquanto sorria para eles. Ela falava mais o francês do que o inglês para ser exata. Mas claro que, entendia perfeitamente as pessoas que falavam inglês, ou ambas das línguas. O francês era sua língua materna.

A garota foi logo se sentando ao lado de Jerry, e em seguida perguntaram para ambos:

- Como foram suas férias?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Katherine S. Blackcrow
Dança - 3º ano


Player : Lu ^^
Mensagens : 127
Data de inscrição : 30/06/2009

MensagemAssunto: Re: Interação Benjamin x Jeremy x Katherine x Suzan x Jeanne   Dom Jul 05, 2009 6:41 pm

Spoiler:
 
The sound of the birds and the touch of the wind
{It's time for a new restart}

Rue violet, n
º24 - Monaco



Lentamente o sol preguiçoso dirigia-se ao seu trono celestial talvez alheio à dama branca que o ocupara durante a noite. As histórias e lendas da minha infância, presentes nocturnos para uma noite de bons sonhos, eram algo que me era querido, a que me podia agarrar quando desamparada. As minhas preferidas eram as sobre as florestas russas e os vários seres mágicos que nelas habitavam. Fadas, bruxas e feiticeiros que sempre tinham uma lição nos castigos ou dádivas que concediam a quem se aventura-se pelos seus territórios.

Bem mas porque estou eu agora a pensar nisso? Quando voltei a mim o sol já tocava delicadamente o meu rosto branco e um rápido olhar para o despertador foi o suficiente para dar um salto da cama. Já eram sete horas da manhã e o comboio que precisava de apanhar para chegar à academia estava na estação às sete e quarenta e cinco.

- Я был просто теряются в мыслях! (1) - afinal apesar de não ter dormido grande coisa com a antecipação e nervosismo de voltar para a academia tinha-me perdido em pensamentos vagos e sem sentido. Despi a camisa de noite atirando-a por cima da cabeça para a cama toda desfeita sentindo a mordida do frio pelo meu corpo nu. Agarrei a toalha de banho pendurada na cadeira do meu quarto e acelerei até à casa de banho só voltando de lá a sair com o duche tomado e os dentes escovados. O meu cabelo preto por estar tão molhado encontrava-se liso e esticado até à cintura mas com uma rápida massagem da toalha e com a ajuda da minha correria pelo quarto rapidamente os caracóis foram surgindo selvagens e naturais levando o meu cabelo a subir e dar-me pelo meio das costas.

Finalmente parei um pouco. Já tinha vestido a roupa íntima e os jeans cinzentos, na minha mão segurava uma túnica branca. O meu olhar encontrou novamente os números luminosos do despertador. Sete e vinte e seis. Даже теперь собирай свои вещи ... (2)

Rapidamente a túnica moldou-se ao meu corpo elegante e com um cinto do mesmo tecido dei um pequeno laço em redor da minha cintura. Dei uma volta pelo apartamento e recolhi todas as coisas que ainda não tinha arrumado e que utilizara naquela manhã para dentro de uma mochila vazia e levei-a para o pé das outras malas que já tinha prontas junto à porta da rua.

- Boa sorte para mais um ano mademoiselle. - ouvi num francês delicado e feminino. Fechei a porta e sorri para a dona do prédio entregando-lhe a chave do apartamento que de certeza só iria voltar a pedir para o ano.

- Muito obrigado senhora Vallentini. Desculpe a pressa. - respondi finalmente também num francês fluído mas um pouco exitante. A minha língua mãe o russo de muito pouco me servira quando pela primeira vez chegara a Mónaco. Mas felizmente, como meu pai era americano, desde pequena que também aprendera inglês. Era fluente nas duas e o inglês até dava para desenrascar nos primerios meses mas logo me dediquei a tentar aprender o francês. Afinal era a língua predominante na academia e mais um desafio, que passados três meses de aulas regulares e diárias consegui dominar. Pus a mochila às costas e peguei com a mão esquerda no saco de viagem e com a direita na asa do trolley vermelho. - Felicidades senhora. Até para o ano.

E disparei até à estação com um sorriso nos lábios e os olhos azuis visionários brilhantes de expectativa.

Academie...

Finalmente... Ao pousar as malas no chão do dormitório acabando por atirar o meu corpo cansado para cima da cama nem conseguia acreditar que conseguira chegar a tempo. Sorri para mim mesma e nem por sombras tinha vontade de me ir por a arrumar a roupa e tudo o resto.

Jeanne e Marie já tinham chegado também, as suas malas já estavam no quarto, eu tinha sido a última a chegar. Voltei-me de barriga para cima na cama e inspirei fundo afastando o cansaço. Tinha de ir à procura deles, as saudades já não aguentavam mais!

Com este novo pensamento levantei-me num salto ágil e parti para o pátio exterior. Я знаю, что я должна быть там Benjamin...(3) Eu conhecia bem demais aquele rapaz para me enganar a respeito de algo tão trivial. No meu peito a antecipação de finalmente ver os meus amigos deu um passo mais acelerado e gracioso aos meus pés. Benjamin a quem confio todos os meus segredos e medos, adoro-o tanto com o seu olhar profundo e a voz mais linda que já ouvi na minha vida. Por momentos a imagem de uma Katherine muito nervosa e aterrorizada com a ideia de puder falhar em palco nos braços de Benjamin que com toda a paciência do mundo a tentava acalmar e sossegar preencheu a minha mente. Realmente a sua bondade era admirável. Ah mas se eu me deita-se a contar todas as características maravilhosas de todos os que considero meus amigos nunca mais daqui saía. Jeanne, Jeremy, Suzan, Marie... Мисс, что ...(4)

Dentro do meu campo de visão o pátio se extendeu e nele como tinha adivinhado Benjamin, Jeremy e Jeanne. Sem conseguir evitar descalcei os sapatos e corri até eles, os meus cabelos soltos brincando ao sabor do vento. Ao aproximar-me ouvi a voz de Benjamin e as notas do seu violão soltas na brisa, o meu corpo de bailarina não resistiu a tal força e acabei por entrar no campo de visão dos meus amigos dando uma pirueta inicialmente com os braços em redor do meu corpo mas logo soltando-os lentamente num movimento floreado e elegante. Ri divertida e ajoelhei-me junto a Benjamin abraçando-o e dando-lhe um longo beijo no rosto.

- Que saudades de todos! - larguei Benjamin e abracei e beijei Jeremy e Jeanne também regressando de novo para junto do primeiro sentando-me a seu lado na relva fofa.

- Nem acredito! Espera-nos mais um ano... só espero que maravilhoso. - estava tão feliz por estar de novo com eles que um sorriso permanente parecia ter tomado conta dos meus lábios.

Spoiler:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Suzan C. Killingbeck
Teatro - 2º ano


Player : Nih
Mensagens : 325
Data de inscrição : 03/07/2009
Idade : 26

MensagemAssunto: Re: Interação Benjamin x Jeremy x Katherine x Suzan x Jeanne   Seg Jul 06, 2009 12:33 am

>o<>o<
Do You Wanna A Piece?
Spoiler:
 
1º Post
Primeiro de Setembro de Mil Novecentos e Oitenta e Cinco
Domingo, Pátio Externo

Finally!!!

Narração; Suzan.

Fim de férias... AH! Quem precisa de férias? Sinceramente... a AAM era o local onde estava toda a minha paz e tranqüilidade. Passei as minhas em casa, com meu pai. Ouvimos muito Elvis. Amo Elvis... Simples assim. Eu e meu pai dançamos juntos. Quero dizer, tentamos dançar, porque na realidade somos péssimos dançarinos. Vou pedir umas aulas para Kate, hehe. Li monólogos teatrais para ele, que chorou na maioria. Ria de meu pai... Ele é um pouco emotivo, ou talvez somente exagerado mesmo.

Odeio sol! Prefiro o ar gélido e a neve fofinha ao calor do sol. É que eu gosto muito de me vestir, e o inverno favorece, entende? São muitas roupas... e uma mais elegante que a outra. AMO roupas! São tantos vestidos, saias! Nossa! Ok, vou parar. É que é divertido experimentar novas roupas. Já no verão, só usamos a mais fresquinha, de modo que nem passamos horas nos arrumando.

Sei que, no fim das férias, eu era novamente uma criatura imparcial e distante, exceto com meus amigos, óbvio. Sentia saudades de todos eles! Ben, Jean, Kate, mas principalmente de Jerry. Ok, ele foi o único que me encarou de verdade, digo... me corrigiu quando eu errava. Acho que isso nos aproximou mesmo. Ele é meu melhor amigo, e é para ele que eu conto todas as merdas e todas as alegrias de minha vida. Um dia eu pedi para ele fazer um quadro para mim. Estou esperando até hoje... Vou te contar, viu? O que me preocupava, na realidade, era Victorine. Não acho que ela seja boa o suficiente para ele. De certa maneira, não acho que ninguém seja boa o suficiente para meu melhor amigo. Não! Eu não estou apaixonada por ele. Morte a quem pensa assim. MORTE. Desculpe-me, me empolguei um pouco. É que... Jeremy é especial, e não quero uma qualquer ao seu lado. Não que eu ache que Victorine seja uma qualquer. Ela é ótima para ele, o deixa feliz, o que me deixa feliz. Talvez eu tenha apenas ciúmes... Porque ela o rouba de mim às vezes, pegando o tempo que eu tenho com ele para ela. É... acredito ser apenas ciúmes. Devo me desculpar pelos meus ataques? Pois não vou.

Mas, é isso, estou de volta a AAM e pronta para o que der e vier. Não sabe o quanto contei os dias para que voltássemos de férias, simplesmente porque eu vivo arte, eu como arte, eu respiro arte e durmo sonhando com arte. Mais especificamente, teatro. Sonho em um dia ser reconhecida como uma famosa atriz. E vou atrás desse sonho! De qualquer forma, aqui estou eu.

Acordei muito cedo, acredito que cedo até demais. Por isso fui dormir mais umas duas horas. Ah! Amo horinhas a mais de sono... Porém, quando acordei novamente, era hora de levantar. Melequinha! Levantei-me, espreguiçando meus membros de forma a estalar meus ossos. É uma sensação de prazer, e não de dor, se quer mesmo saber. Chega a ser um alívio, até. Caminhei até o banheiro, ainda com os olhos fechados, tombando em tudo que estivesse em meu caminho. Lavei meu rosto, sentindo a água limpando meus poros mais profundos e depois sequei com uma toalha macia e que parecia acariciar-me de forma eficaz. Minha ansiedade era tangível e minha euforia palpável. Eu ansiava pelas minhas aulas de dramatização, mas poderia esconder isso um pouco.

Passei umas duas horas escolhendo minha roupa do dia. E finalmente optei por uma camisa de botões feminina, uma saia xadrez preta e branca e calcei um Mary Jane Classic, obviamente preto com um laço branco. Coloquei um casaquinho leve por cima e me dirigi ao pátio exterior. Havia algo naquele pátio que me atraía. Talvez suas belas cores, ou seu aroma incrivelmente agradável. Eu não sei ao certo, mas aquele lugar me tem como um imã. Meus passos eram apressados e decididos, querendo encontrar algum conhecido amigo por lá. E, bem, foi exatamente o que encontrei! Graças aos céus!

Sentados a uma distância mínima de onde eu parei em pé, estavam Ben, Kate, Jean e Jerry. Me encaminhei até eles com um sorriso incrivelmente grande e parei a frente deles.

- Amores de minha vidinha imundana! – eu disse batendo as palmas de minhas mãos uma única vez. Abaixei-me, beijando o rosto de cada um deles, menos de Jerry, o qual eu beijei o topo da cabeça, como uma mãe beija um filho. Sou sim super-protetora em relação a ele, algum problema? Sentei-me no meio dele e de Ben, escorando minha cabeça no ombro de Jeremy. Sorri para Benjamin, sabia que ele gostava de Kate, era algo extremamente notável. Apertei suas bochechas. – Cante uma música, adoro te ouvir cantando. – falei com minha voz de sinos extremamente aguda. Odeio minha voz! A achava tão irritante! Não era exatamente extremamente aguda, como disse anteriormente. Apenas aguda, como sinos. Eu sei, é estranho. Só não gosto dela. Tem gente que discorda de mim, o que acho bizarro. Já me disseram que minha voz é belíssima. Surdos, só pode. Jean também tem uma voz incrivelmente perfeita. A minha parece um gato engasgado perto da dela. Bem, é como comparar uma pintura de Jeremy com um rabisco de um bebê, então chega, sim? Meu sorriso era grande demais, quase não cabia em meu rosto. Apesar de parecer delicada, eu acreditava ser a mais durona daquele grupo. E provavelmente a única sem um amorzinho. Graças a Deus. Não agüentaria tanta mimação.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Benjamin Taylor Bouvié
Música - 3º ano


Player : Taai
Mensagens : 37
Data de inscrição : 01/07/2009

MensagemAssunto: Re: Interação Benjamin x Jeremy x Katherine x Suzan x Jeanne   Qua Jul 08, 2009 7:33 am

Estava sentado na grama eu e o meu companheiro de longas viagens: meu violão. Tocava uma canção que me fazia lembrar de algumas coisas que aconteceram comigo, eu gostava de ficar sentado na grama tocando violão é algo que me faz sentir relaxado. Mesmo com o sol batendo em mim, na verdade eu gosto do sol acho que ele faz surgir coisas boas na terra.

Muitas pessoas tem idéias erradas de mim, eu admito que sou fechado, mal-humorado e me isolo do resto das pessoas. Mas, é porque eu não gosto muito de badalação e nem pretendia se assim popular na academia mas esse meu jeito fez com que eu fosse “o cara” da academia. Ta, não é pra tanto... mas é ué.

- Olá, tudo tranqüilo?

Continuei a tocar, Owen sentou em meu lado e falou comigo. Não olhei pra ele apenas continuei, conheci Jeremy no meu primeiro ano da academia ele era um pintor um brilhante pintor, eu ficava fascinado quando via as suas obras. Ele tinha talento e muito talento... mas quem ali na academia não tinha talento? Eu apenas balancei a cabeça afirmativamente, e continuei a tocar a minha musica.

-Já se encontrou com a Kate?

- Now watch what you say Or they'll be calling you a radical A liberal, oh fanatical, criminal. Oh won't you sign up your name We'd like to feel you're Acceptable, respectable, oh presentable, a vegetable

Tocou um ultimo acorde e olhou para o amigo, Owen estava como antes, não havia deixado o cabelo crescer nem mudou drasticamente o visual. Olhou para a grama verde e depois voltou a olhar o amigo. Ainda não tinha visto Kate, mas estava morrendo de saudades dela. A única pessoa que confiava na academia era Kate, ela era uma espécie de Irma, melhor amiga e irma para mim.

- Não... ainda não a vi.

Comecei a tirar umas notas no violão, eu sempre me desligava das conversas muito rápido. Não por total indiferença mais sim porque meu cérebro trabalhava 24hrs por dia para a musica, só ela apenas ela tinha o meu interesse e total vocação... só ela me prendia em seus encantos.

-Salut, rapazes! Como foram suas férias?

Não demorou muito para outra pessoa se juntar a eles, dessa vez era Jeanne ou ”Jean” como eu a chamava. Gostava de Jean pois alem de ser divertida fazia musica junto comigo o que marcava um ponto positivo a favor dela.

- Oi Jean-Sabia que a morena simplesmente odiava ser chamada assim- foram interessantes.

Continuou a tirar algumas notas do violão, os seus amigos já estavam acostumados com o seu jeito. Não sabia ao certo se eles ainda se sentiam ofendidos com aquilo, mas eu não sei como mudar porque é o meu jeito não sei como continuar a falar. Como eu já disse, a musica me fascina a tal ponto que eu não consigo simplesmente ficar um minuto sem ela.

Senti uma presença alegre no local olhei para trás e vi Kate vindo em nossa direção correndo descalça dando uma pirueta magnífica no ar, e voltando ao chão sutilmente. Não pude deixar de sorrir, a morena se ajoelhou ao meu lado e me deu um longo beijo demorado na bochecha.

- Que saudades de todos. Nem acredito! Espera-nos mais um ano... só espero que maravilhoso.

- Também estava com saudades...depois você vai me contar o que fez nessas férias... todos os dias minuto por minuto.

Sorrio para a amiga, sabia que ela estava louca pra lhe contar as novidades. Eu também estava assim, queria lhe contar as coisas que viveu e lhe mostrar tudo o que aprendeu. Kate sem duvida era a pessoa mais importante que tinha naquela academia.

-Amores de minha vidinha imundana!-olhei para Suzan e acenei com a cabeça.-Cante uma música, adoro te ouvir cantando.

- É pra já moça- Suzan tinha feito o melhor pedido para mim- Love, Love will keep us together Think of me babe whenever Some sweet talking girl comes along singing her song Don't mess around- olhou para Kate e sorrio.

Spoiler:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Jeremy Owen
Pintura - 3º ano


Player : Brubês
Mensagens : 139
Data de inscrição : 29/06/2009

MensagemAssunto: Re: Interação Benjamin x Jeremy x Katherine x Suzan x Jeanne   Qua Jul 08, 2009 8:22 pm

Frenetic Friends
Spoiler:
 

Eu estava completamente perdido. Já tinha me acostumado com Benji não responder minhas perguntas. Aliás, ele parecia falar somente com uma pessoa em toda a academia. Mas isso não vem ao caso agora.

Jean, a minha bonequinha pianista aparecera sutilmente. Se vocês acham a música de Ben incrível é porque ainda não o viram tocando com Jeanne. Eu, que nunca achei a música tão importante assim - claro que sem ela minha vida seria bem chata, ou a vida de qualquer outro -, quando Jean senta em frente ao piano e começa a tocar, é como se você tivesse criado asas e subido aos céus.

Kate era a mesma coisa... Acompanhada de qualquer música, Kate a transformava em coreografia, com seus pés de bailarina, seu corpo delicado. De fato ela é incrívelmente bela e talentosa.

Mas eu não podia negar que daquele grupo uma pessoa me chamava a atenção. Quando Suzie cumprimentou a todos com um beijo na bochecha ele pôde ver o quanto era sortudo de ter uma amiga que se preocupa tanto com ele à ponto de tratá-lo como um filho. E pensar que se conheceram num dia chuvoso.

A pedido de Suzie, Ben voltou a cantar com a sua voz extremamente incrível à meus olhos, e então minha amiga apoio sua cabeça em meu ombro. Eu apenas sorri e procurei a mão delicada dela.

- Eu estava com saudades - disse sussurrando, de uma forma que só ela me ouvisse.

Eu olhei em volta... Eu estava lá, com as pessoas que eu mais me importa em toda a Academia. Estiquei o braço até Jean e puxei-a para mais perto de modo que eu ficasse entre Suzie e a minha bonequinha pianista.

_________________


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Jeanne Marie Lumiére
Música - 3º ano


Player : Suzan
Mensagens : 105
Data de inscrição : 28/06/2009

MensagemAssunto: Re: Interação Benjamin x Jeremy x Katherine x Suzan x Jeanne   Qua Jul 08, 2009 9:43 pm

# Music and Friends
Post nº 2
Spoiler:
 
Estar naquele momento reencontrando com o grupo de amigos e estar à companhia deles era simplesmente magnífico para Jeanne. A francesa ficara admirando Ben tocando o vilão, ele era realmente talentoso tocando aquele instrumento musical, como Jean era no piano. Bem, quem ali na Academia não tinha talento em que fazia..?
Now watch what you say Or they'll be calling you a radical A liberal, oh fanatical, criminal. Oh won't you sign up your name We'd like to feel you're Acceptable, respectable, oh presentable, a vegetable..

A voz dele era incrivelmente bonita, não muito grossa e nem muito fina, era uma voz aveludada e musical para uma voz masculina como a dele. Estar ouvindo Ben tocar e cantar despertou em Jean uma vontade de tocar o piano naquele momento. Claro que ela não iria do nada pegar um piano de peso grande - que comparada à pequena garota, era enorme – e arrastar o instrumento – como se ela fosse forte o suficiente para isso! - colocando no meio do Pátio Exterior. Realmente foi uma idéia completamente sem sentido que Jeanne teve.

Apesar de gostar de piano, ser talentosa e sútil, ela tinha às vezes umas ideias meio loucas que passava em sua mente, mas não falava abertamente esses tipos de ideias, não fazia o feitio de a garota agir assim e ela não iria gostar e não gosta de expor esse tipo de idéia. Mas fazia parte do cérebro as pessoas, às vezes, ter ideias sem noção e não querer falar. Normal.
Oi Jean- Jeanne não gostava muito de ser chamada de Jean, mas ignorava esse detalhe - foram interessantes. – Não só Jeanne que achava Ben muito quieto, como os outros também. Mas era o jeito dele.
No momento que Jean estava focalizada na música de Ben, em seguida notara outra pessoa presente no local. Katherine, a bailarina. Kath era uma das colegas de quarto de Jeanne. Achava bom estar na companhia de Kate. Aliás, estar na companhia de seus amigos é que era bom. Vira a garota dar uma pirueta inicialmente com os braços ao redor do corpo com elegância, ela riu e logo se juntou ao grupo cumprimentando todos ali, incluindo Jeanne.

Que saudades de todos. Nem acredito! Espera-nos mais um ano... só espero que maravilhoso. Logo depois Kate estava dialogando com Ben, Jean sabia que os dois eram super amigos, o que isso era bom para eles.

Parecia que o grupo havia marcado de reencontrar no Pátio Exterior, porque logo em seguida, mais uma pessoa conhecida chegou, era Suzan, chegando batendo as palmas das mãos uma vez. Suzie era divertida e animada, o jeito dela e o jeito de ela falar fazia as vezes Jean rir e se animar.
Amores de minha vidinha imundana! Cante uma música, adoro te ouvir cantando. – disse a Ben.
- É pra já moça. Love, Love will keep us together Think of me babe whenever Some sweet talking girl comes along singing her song Don't mess around..

Jeanne vira Jerry esticar um de seus braços em minha direção, me puxando de leve para mais perto dele. Agora Jeanne se sentia realmente em casa, com seus amigos, no local exterior favorito, e imersa não só na música de Ben, mas também em seus pensamentos, a garota pensara como seria esse ano para ela, bem, esperava que fosse mais ou menos tranqüilo. Voltar a tocar o piano ali na Academia seria realmente muito bom para ela.

Estava sorrindo para todos ali presentes e também estava quieta. Afinal, não só ela estava quieta para ouvir Ben tocar como os outros também, a música se espalhando suavemente pelo local, levado pelos ares, dando mais vida ao lugar cheio de flores de cores vívidas espalhadas e o verde da grama ainda mais verde do que o ano anterior.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Katherine S. Blackcrow
Dança - 3º ano


Player : Lu ^^
Mensagens : 127
Data de inscrição : 30/06/2009

MensagemAssunto: Re: Interação Benjamin x Jeremy x Katherine x Suzan x Jeanne   Sex Jul 17, 2009 6:34 pm

Spoiler:
 

Ready! Set! Hey!


Todos juntos finalmente. Para mais um ano que não valia a pena tentar prever ou planear, pois isso seria estragar o que o destino já tem traçado para nós.

A música de Ben... sentia-a acariciar-me a mente e provocar-me o corpo, para que me mexe-se para que me atreve-se a exprimi-la num movimento elaborado ou num gesto subtil.

- Sabes como é Ben... basicamente fui visitar a família à Rússia. A minha irmãzinha já está tão crescida... - suspirei levemente, estava a perder a infância da minha irmã, será que algum dia isso se vai virar contra mim? - Aposto que as tuas férias foram bem mais emocionantes que as minhas! Sempre foste a Espanha?

O vento pareceu acordar para sacudir a relva do jardim com mais brusquidão, olhei o céu deixando o seu brilho reflectir nos meus olhos a paz que sentia dentro de mim. Mas logo voltei a tomar atenção aos meus amigos. Sabia que Jeremy devia estar feliz por estar de novo junto de Suzan... afinal eles eram tão bons amigos como eu própria e o Ben.

- Suzan também não te escapas de me entregar um relatório das tuas férias. Logo à noite passa pelo meu dormitório... - esperava que ela concorda-se pois quando eu e Suzan estavamos juntas era o descalabro total! Riamos que nem doidas e simplesmente podiamos falar de tudo uma com a outra. Não me posso vangloriar de ter muitas pessoas com quem possa estar assim, talvez apenas mesmo Suzan e Ben.

Ao longe um grupo de alunos passou talvez também felizes da vida por estarem todos juntos outra vez. Os meus olhos acompanharam o seu caminho que pelos visto era até ao prédio A. Espera aí prédio A???

- Hey! Não temos de ir ao auditório?? - perscutei o rosto de todos à minha volta na tentativa de apanhar uma reacção de espanto igual à minha - O director não vai fazer o seu discurso habitual ou uma coisa do género?

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Suzan C. Killingbeck
Teatro - 2º ano


Player : Nih
Mensagens : 325
Data de inscrição : 03/07/2009
Idade : 26

MensagemAssunto: Re: Interação Benjamin x Jeremy x Katherine x Suzan x Jeanne   Sab Jul 18, 2009 9:50 pm

>o<>o<
Yeah, You Guys Are Great!!!

Spoiler:
 

See You Later!!!

Narração; Suzan.

Estive meio alienada a conversa... Só conseguia pensar em Jeremy e esse amor que ele nutre por Victorine. Eu realmente não ligo quando ele diz que não sente nada por ela e a chama de arrogante e sei lá mais o quê. Às vezes eu o entendo melhor que ele mesmo, e ele sabe disso. Ok, acho melhor eu assumir de vez que não suporto aquela garota. A única coisa que gosto nela é o fato de ela fazer Jerry feliz, mesmo que ele negue essa obviedade da vida.

Outro casal que me intriga muito é Bentheryn. Sim, esse é o nome que dei ao casal composto por meus amigo Benjamin e Katheryn. O nome deles até rimar rimam, de tão perfeitos que são juntos. Não, eles não estão juntos de verdade, o que acho uma pena. Kate nem sabe se o ama realmente, mas eu sei. Katheryn é outra que eu conheço como a palma de minha mão. É uma amiga adorável, e eu a apóio em tudo mesmo. É também para ela que eu conto sobre amores platônicos e namorados traidores. Ela sabe sobre Bernard... São poucas as pessoas que sabem sobre ele. Sempre vou às festas com ela. Claro que costumam ser festas nada elegantes, onde podemos beber todas até cair. Rimos juntas quando ninguém está de bom-humor e eu costumo desabafas com ela, assim como falo com Jeremy (que também sabe de Bernard). Kate e Jerry são meus melhores amigos e confidentes.

Voltando ao assunto Bentheryn... Bem é bem fechado, mas sempre se solta um pouco conosco, o que me deixa feliz. Posso dizer que sou um ombro amigo para ele, onde ele pode se apoiar sempre que precisar. Não o conheço muito bem para dizer exatamente o que ele sente, porém já percebi – como boa observadora que sou – alguns olhares furtivos e meio abobalhados dele para Kath. Eu só não digo nada aos dois porque acho que esse negócio de “amar e ser amado” deve evoluir sozinho e não requer ajuda de terceiros até que tal ajuda seja solicitada. E quando é, ninguém me segura. Sou uma conselheira amorosa e tanto.

Jean, como eu, não tinha um namorado. Mas tenho certeza que ela encontraria sua alma-gêmea antes de mim. Eu não quero um namorado tão cedo. É, não namorei mais ninguém depois de Bernard, sim sim, eu perdi a virgindade com aquela mula. Foi bom, mas quem liga? Eu não! Jeanne é com quem eu menos converso, mas converso muito com ela também. Não contamos TUDO uma para outra... Somente o necessário.

Ouvi Jeremy dizendo que estava com saudade. O encarei por um momento e sorri, abraçando seu pescoço. O soltei e passei minha mão por seus cabelos curtinhos.

- Eu também... – sussurrei em seu ouvido para somente ele ouvir. Deitei minha cabeça em seu colo, observando a conversa entre Benjamin e Katheryn, contando sobre as férias. As minhas foram como sempre... Especial apenas para mim e para meu pai. Dançar Elvis, mesmo quando não se sabe dançar, é mágico. Então Kath chamou minha atenção, pedindo um relatório de minhas férias. Eu ri dela e brinquei com meu cabelo. – Claro! Depois, quando eu lembrar de tudo, eu te conto. – falei sorrindo. Ela lembrou a todos do discurso do diretor. Ah! Sim! Claro... Não queria mesmo ir até o auditório para ouvir o diretor – cuja sociabilidade costuma ser mínima – dizer as mesmas palavras de todos os anos. – Bem, eu vou dar uma volta pela Academia, depois vou ao Auditório... Vejo vocês mais tardes, minhas paixões. – eu disse acenando para todos e levantando-me. Talvez eu passeasse por aí, não sei muito bem... Estava muito empolgada para ficar em apenas um lugar. Achei melhor andar pelos campos, sim... Para lá que eu iria.

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Interação Benjamin x Jeremy x Katherine x Suzan x Jeanne   Hoje à(s) 9:06 pm

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Interação Benjamin x Jeremy x Katherine x Suzan x Jeanne
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Treino - Jeremy Gilbert, Dorothea e Evelyn Reynolds.
» Vacation's Party (By Lord Hermes, Rafaella Crockford Gauth, Pedro'Z H. W. Kimoy & Katherine B. Angelline)
» Mestre disponível - Benjamin H. McOnely
» Bozo >>> Benjamin Lockheart - HUMANO
» Tonks, January

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Académie Artistique de Monaco :: Posts-
Ir para: