InícioCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seLogin


Bienvenue à Académie Artistique de Monaco. Imagine-se realizando o maior sonho de sua vida, estudando artes numa das Academias mais conceituadas do planeta. A Academia Artística de Monaco lhe oferece os melhores cursos, com os melhores professores e ainda coloca à sua disposição os materiais mais modernos. Torne-se um músico, um pintor, um dançarino, um escritor ou um ator e deixe seus sentimentos e emoções fluirem através de sua arte. Bienvenue à l'Académie d'Art Monaco.



//REGRAS GERAIS
//GUIA DO PRINCIPIANTE
//A TRAMA
//MATRÍCULAS
//AVATARES



•Estamos em 1985. Dia 8 de Setembro, um Sábado de uma noite estrelada, céu sem nuvens e a lua cheia e iluminada. Hoje é o dia onde os alunos estão ansiosos para irem ao tão esperado Baile de Mascaras, onde estará ocorrendo no magnífico e decorado Salão de Festas. As temperaturas continuam amenas, mas um vento frio dá a sensação de um inverno gélido.



















Para tornar-se parceiro do AAM, logue na conta TeamPlay com a senha tp1234 e deixe uma MP para Soleil com as informações do seu RPG.

theSTARTINGline London Paradise name Evolution RPG Imperius RPG Marauders Orbis Non Sufficit



Todo o conteúdo do Fórum foi criado pela a Equipe. Gráficos criados por Monaco. Imagens retiradas de DeviantART, Google, Photobucket. Brushes retirados de Brusheezy! Agradecimentos ao Photobucket, hospedeiro de todas as imagens do fórum.


Compartilhe | 
 

 Post único

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Cloud Duchamps
Literatura - 1º ano


Player : Thiago
Mensagens : 10
Data de inscrição : 17/07/2009
Idade : 25

MensagemAssunto: Re: Post único   Qua Jul 29, 2009 7:27 am

Spoiler:
 

“Balayé les amours / Avec leurs trémolos / Balayés pour toujours / Je repars à zéro...”

Eu não conseguia tirar a Piaf da minha cabeça. Sua voz ecoava longinquamente no meu cérebro, até mesmo quando mais eu tentava me livrar dos versos tristonhos. E quando, enfim, eu acreditava que iria obter algum êxito era só eu ouvir o som da minha expiração que a mesma voz vinha, só que dessa vez embalada por “Ne me quitte pas”. O pior é que eu adoro “Ne me quitte pas”, de certo modo o tom tristonho e a letra, um conto de como implorar por seu amor, mexem com meu interior e todo o sentimentalismo dramático que eu contenho. Eu gosto do drama, aprecio, acredito que uma forma de mostrar a luta por algo é ter sofrido por este. Vencer batalhas fáceis não rende bons livros e ouvir frases como “Des malentendus / Et le temps perdu” me faz pensar em milhares de formas de se sofrer por amor.

E é claro que isto seria ótimo noutro momento, não justamente naquele. Eu estava tentando há horas relembrar o que havia acontecido na noite anterior ou, ao menos, o que havia acontecido neste dia até a hora de eu reparar que eu estava no auditório da AAM drogado.
Drogas! E Eu! Sabe quando você descobre que dois amigos seus que você nunca imaginou começaram a se relacionar? Ou quando você descobre que é um amigo seu com um inimigo de caráter duvidoso? Pois bem, eu tinha a impressão de que havia sido jogado num desses contos. E o pior era que enquanto eu tentava desvendar o mistério da noite anterior o meu cérebro automaticamente começava a processar o prolongamento da minha história, exatamente como se fosse um filme. Eu o via, aliás, eu via a mim como que na tela de um cinema: "Um garoto acorda drogado..."
Eu podia até visualizar o trailer e, principalmente, a forma fantasiosa com que desenrolava a trama.

Eu era muito bobo... Ou sou, ainda não defini isso muito bem. Simplesmente sou assim... Quando sóbrio, é claro: vejo livro em tudo, filme em tudo, história, conto, poesia... Basta somente me dar uma situação, algo mínimo e lá vai minha cabeça a desenvolver a trama com facilidade duvidosa.
Duvidosa sim, pois nem sempre o resultado é algo decente e por vezes é quase um plágio de alguma obra já famosa. É difícil escrever histórias novas quando tantas já foram contadas. Assim como é terrivelmente difícil manter minha atenção em um determinado assunto. Ou vocês não repararam que pela milionésima vez eu deixei a noite anterior de lado?

- A cidade caminha, brilha e eu aqui no banco dessa praça. – acho que falar sozinho ainda não é considerado um bom sinal de sanidade. Mas apesar de irrefutavelmente eu admirar minha companhia, por vezes ela não me é só suficiente. Como agora que eu estava absurdamente carente de companhia alheia. Até tinha uma bondosa senhora próxima a mim, ela vendia bolinhos e estava vestindo uma fantasia invejável, digna de bailes em cortês do século XVI...

E outra história já me vinha à cabeça sobre fantasias, castelos, tristeza, felicidade, amor... Que clichê! Estava eu aqui querendo fazer uma releitura de “Romeu e Julieta”. E o pior é que eu adoro “Romeu e Julieta” com todas suas falas melosas, drama e o final trágico. Eu adoraria ter escrito essa história, uma que tem mais de quatrocentos anos e continua sendo a mais famosa história de amor com milhares de peças todos os dias por volta do mundo. É um tipo de feito que marca sua vida para todo o sempre e marca também sua morte. E o pior é que Shakespeare ainda escreveu “Sonho de uma noite de verão” e “Hamlet”. Como se só um sucesso não fosse suficiente!

Eu acho que ainda estou drogado! Simplesmente estou discutindo Shakespeare comigo mesmo. Ao menos não estou fazendo isto em voz alta, isso seria bastante embaraçoso. E bastava minha já minha péssima posição no auditório minutos atrás. E olha! Não é que mais uma vez eu desviei do assunto?

E a velha oriental me encara com os afetuosos... Ela deve estar com pena da minha solidão...
Bem... Eu estou com pena da minha solidão...

Droga! Solidão me lembra abandono! Abandono me lembra “Ne me quitte pas / Il faut oublier / Tout peut s'oublier / Qui s'enfuit deja / Oublier le temps / Des malentendus / Et le temps perdu...”


Spoiler:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
 
Post único
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Nico x Zoro
» Nico - The Heir of Hades (O Herdeiro de Hades)
» Frozen [Pânico na Neve]
» [Rival] Nico di Angelo
» Faça-me um favor! - Missão one-post interna mediana para Steve C. Wizard

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Académie Artistique de Monaco :: Posts-
Ir para: